Após vacinação, profissionais da Educação Municipal relatam esperança de volta às aulas

Vacinação teve início nesta segunda (12), em tenda instalada em frente à UBS Terezinha Vicensotti; saiba mais 

A vacinação para os profissionais da educação maiores de 47 anos teve início nesta segunda-feira (12), em Artur Nogueira. A imunização conta com o sistema drive-thru, em uma tenda instalada em frente à Unidade Básica de Saúde (UBS) Terezinha Vicensotti, no Jardim Conservani. Dezenas de educadores puderem tomar a 1ª dose do imunizante logo pela manhã, e um sentimento foi unânime entre eles: o de alívio. 

Márcia Aparecida de Fáveri Lombardi, de 51 anos, foi uma das educadoras da rede municipal a ser vacinada nesta segunda. Professora há 23 anos, atualmente ela leciona para alunos do ensino fundamental na EMEF “Prefeito Ederaldo Rossetti”, mais conhecida como Caic. Para ela, a vacinação ascende uma esperança de enfim voltar às salas de aula.

“Sentimento de alívio, segurança e esperança da volta às aulas presenciais, que é muito importante pra nós professores, para as crianças, para todos os funcionários e para os pais, pois o relacionamento pessoal e a vida social fazem parte da essência do ser humano e principalmente no desenvolvimento cognitivo e emocional dos alunos”, destaca.

Cláudia Bartarini Scarpa, de 50 anos, não conseguiu conter o choro ao falar sobre o sentimento de enfim poder se vacinar contra a Covid-19. Professora há oito anos na educação infantil, ela assim como a Márcia não vê a hora de poder lecionar presencialmente.

“É muito gratificante poder está aqui, porque muitos queriam estar aqui, mas não estão. Então eu me sinto uma privilegiada por estar aqui nesse momento”, disse ao se referir às tantas vidas perdidas pela doença. 

Professora há 10 anos, Maristela Chimin conta os dias para poder rever os alunos da EMEI Regina Posi. “Um alívio muito grande estar aqui hoje, uma ansiedade que a gente, e o medo do que está por vir. Mas se Deus quiser vai dar tudo certo. Espero voltar para a sala de aula o mais rápido possível”. 

A secretária de Educação Débora Sacilotto acompanhou o início da vacinação, e comemorou a conquista junto aos educadores, mesmo não podendo se vacinar ainda. “É uma alegria muito grande ver professores e funcionários tão queridos enfim se vacinando. A imunização é o primeiro passo para uma volta às aulas segura”, ressaltou. 

HORÁRIOS E O QUE LEVAR

A Vigilância em Saúde do município informa que os profissionais que atuam nas escolas municipais e na secretaria de Educação podem se vacinar na segunda-feira (12), a partir das 9h. Já os educadores que trabalham em escolas particulares terão acesso às doses também na segunda-feira, mas a partir das 13h. Por fim, os profissionais que atuam na rede estadual poderão se imunizar a partir das 9h da terça-feira (13).

Vale destacar que, no momento da vacinação, o profissional da educação deverá apresentar o comprovante Vacina Já Educação – cupom gerado a partir de cadastro prévio no portal VacinaJá (vacinaja.educacao.sp.gov.br), documento de identificação com foto e CPF para conferência dos dados pelo profissional da Saúde. Caso o usuário não apresente o Comprovante Vacina Já Educação ou o seu número de CPF não conste no comprovante apresentando, o mesmo não poderá ser imunizado.

A Vigilância destaca ainda que os trabalhadores que até a data estipulada acima não estiverem com o comprovante Vacina Já Educação em mãos, devem entrar em contato com a Vigilância em Saúde assim que receberem o comprovante, pelo telefone (19) 3827-3846, para que a vacina seja agendada.

OUTROS GRUPOS

Também se vacinam nesta manhã idosos maiores de 67 anos, cuja imunização também teve início nesta manhã. Também está autorizado a se vacinar idosos de 75 e 76 anos, para a aplicação da 2ª dose.

Para atender todos os públicos, foram formadas três filas: uma para educadores, outra para aplicação da 1ª dose no idosos de 67 anos, e uma para aplicação da 2ª dose nos idoso de 75 a 76 anos.

Relacionadas