Prefeitura promove live sobre pobreza menstrual

Live será transmitida no Instagram da Prefeitura nesta quarta-feira (28), às 19h

A Prefeitura de Artur Nogueira, por meio da secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social, promoverá uma live com o tema “Pobreza Menstrual” nesta quarta-feira (28), às 19h. 

A live será transmitida no perfil oficial do Instagram da Prefeitura de Artur Nogueira, com as convidadas Sarah Fernanda Mascarenhas e Bruna Ferrari – idealizadoras do projeto “Pobreza Menstrual” -, e da enfermeira e estudante de medicina Fabiana Rosa do Nascimento. 

A coordenadora de Apoio e Direitos da Mulher Maiara Camargo Kzam destaca a importância de ações que tratem o assunto no município. “Queremos um município em que a menstruação não seja um limitante na vida da pessoas. Para tanto, queremos aliar práticas com a educação para possibilitar que todos possam viver sua menstruação com autonomia, unir os entusiastas e ativistas da causa para compartilhar suas boas práticas, alcançando maior impacto, conectando e agindo com iniciativas de dignidade menstrual”, pontuou. 

O secretário Amarildo Boer corrobora que todas as munícipes merecem ter condições dignas, física e psicológicas durante período menstrual. “Nós temos razões de sobra para respeitar as mulheres, as meninas, as alunas e os direitos que elas possuem. Fatores como pobreza, distanciamento, e vulnerabilidade não deveriam as limitar”. 

POBREZA MENSTRUAL

A pobreza menstrual, também chamada de precariedade menstrual, é o termo dado à falta acesso a produtos para manter uma boa higiene no período da menstruação, e está relacionada à pobreza, bem como a infraestrutura do seu ambiente, especialmente de saneamento.

A ONU (Organização das Nações Unidas) estima que uma entre dez meninas no mundo sofre com o impacto da pobreza menstrual na vida escolar. No Brasil, estima-se que a média seja de uma a cada quatro meninas. Em 2014, a ONU reconheceu o direito à higiene menstrual como uma questão de direito humano e à saúde pública.

Relacionadas