Lucas Sia participa de reunião que delibera R$ 18 milhões para enfrentamento da Covid-19 na RMC

Município nogueirense deve receber aproximadamente R$350 mil

O prefeito de Artur Nogueira Lucas Sia (PSD) representou a cidade em nova reunião do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Campinas (CDRMC). O encontro aconteceu em Campinas nesta terça-feira (27). Após deliberação, a RMC deve receber R$18 milhões no enfrentamento à Covid-19 e o município nogueirense, cerca de R$350 mil. 

O principal tema tratado foi a priorização de recurso para Projeto “Ações de Combate ao Coronavírus na RMC”. Além da eleição do prefeito de Sumaré Luiz Dalben (Cidadania) como vice-presidente do Conselho. 

“É de extrema relevância estarmos cientes e alinhados com as decisões de nossos municípios vizinhos. As ações de cada chefe do Poder Executivo Municipal influenciam a região como um todo, por isso, encontros como esse são essenciais nas tomadas de decisões”, afirmou Sia (PSD). Os prefeitos presentes reforçaram a necessidade de aumentar a testagem da população, para poder isolar os infectados, rastrear e monitorar os contatos para evitar a disseminação do coronavírus. 

Com a aprovação, as cidades submeterão seus projetos para a utilização dos recursos exclusivamente para o combate à Covid-19. Entre eles, a aquisição de testes rápidos, de equipamentos de proteção individual e insumos. Os recursos são oriundos de um superávit do Fundocamp. Esse fundo é formado por repasses das 20 cidades e do governo do Estado e está vinculado à Agência Metropolitana de Campinas (Agemcamp). 

 A área de aplicação dos seus recursos abrange o interesse comum dos municípios que compõem a Região Metropolitana de Campinas. 

Sobre o Conselho

Criado em 2000, através de Lei Complementar e instalado através do Decreto, em agosto de 2001, o conselho tem caráter deliberativo e normativo. Ele é composto por um representante de cada Município que integra a Região Metropolitana de Campinas (RMC) e por representantes do Estado nos campos funcionais de interesse comum, assegurada a paridade das decisões.

Relacionadas