Lucas Sia autoriza retorno às atividades escolares

Volta às aulas só será permitida após autorização da Vigilância Sanitária mediante mecanismos de proteção previstos no Decreto do Estado de São Paulo

Após cerca de 10 meses de ensino a distância, o prefeito Lucas Sia (PSD) autorizou o retorno das atividades presenciais nas escolas de Artur Nogueira. A permissão foi detalhada no decreto publicado nesta quarta-feira (27), no Diário Oficial.

De acordo com o documento, as unidades escolares poderão funcionar desde que implantem os mecanismos de proteção previstos no Decreto do Estado de São Paulo. Os mesmos devem ser comprovados junto a Vigilância Sanitária do Município (VISA).

Sendo assim, as escolas deverão adequar as salas de aulas, bem como todo o prédio, dentro dos limites fixados e decretados pelo Governo. Dentre as medidas está a redução de alunos nas salas, distanciamento social e disponibilização de máscaras e álcool em gel.

Para comprovar o cumprimento das medidas necessárias, a VISA visitará as unidades privadas e municipais de ensino que optarem pelo retorno. Após a inspeção, será emitida uma autorização escrita para cada escola, inclusive as integrantes das redes públicas do Estado de São Paulo. O retorno só será permitido se a escola conseguir tal autorização, que deverá ficar  guardada na secretaria da unidade, para exibição a qualquer momento.

O decreto estabelece ainda a suspensão de todas as atividades previstas para os dias de Carnaval, incluindo bailes, blocos, apresentações musicais de qualquer tipo. A realização de qualquer evento nesse sentido infringirá a lei.

Lucas Sia (PSD) afirma que a decisão foi possível após considerar que o município tem cumprido os protocolos determinados pelo Plano São Paulo relativos à flexibilização da quarentena e retomada consciente das atividades. “O Poder Executivo reafirma o combate às aglomerações, inclusive festas clandestinas e bailes, com ações da Polícia Municipal, em conjunto com a Polícia Militar e as equipes da VISA”, destaca.

Além disso, cita que o Sistema Único de Saúde (SUS) disponibilizou para a cidade 5 novos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), habilitados junto ao Hospital Bom Samaritano. Fato este que permitiu a ampliação da oferta de vagas para o tratamento de possíveis infectados com a situação de saúde agravada.

Relacionadas