Lucas Brito, atleta nogueirense, conquista faixa preta pela Confederação Brasileira de Judô

Nos tatames desde 2013, Brito acumula diversos títulos na categoria e tenta conquistar uma vaga nas Olimpíadas de 2024

O judoca Lucas Brito, de Artur Nogueira, foi promovido para faixa preta pela Confederação Brasileira de Judô, através da Federação Mineira, nesta segunda-feira (10). O jovem de 21 anos iniciou sua jornada nos tatames em 2013, através do projeto Judô Esporte Social, realizado pela Secretaria de Esportes de Artur Nogueira.

Em 2016, o atleta foi selecionado para fazer parte do Centro de Excelência de Judô do Estado de São Paulo e passou a treinar no Ginásio do Ibirapuera, na capital Paulista. Em 2020, foi contratado pelo Minas Tênis Clube de Belo Horizonte, equipe a qual defende atualmente. 

A faixa preta, segundo Brito, é fruto de muito esforço e dedicação. “Apesar de nunca ter ostentado a faixa preta, sabia que trabalhando duro e treinando bastante isso aconteceria naturalmente. Ser faixa preta é uma grande responsabilidade, dentro e fora dos tatames e farei o meu melhor para cumprir com essa responsabilidade”, comenta. 

Ele agradece a todos que colaboraram com a conquista. “Gostaria de agradecer de uma forma geral a todos que sempre torcem por mim, em especial a todos os nogueirenses, minha família, meus companheiros de treino e ao sensei Fúlvio Miyata”, completa o atleta.

O prefeito Lucas Sia (PSD) comemora junto ao atleta. “Lucas é um grande orgulho para Artur Nogueira. Temos sorte de ter atletas tão comprometidos como ele, e que levam o nome da cidade longe. Enquanto vereador, sempre defendi a importância do esporte na formação de nossos jovens, e continuarei lutando por isso, afinal, o acesso às praticas esportivas é um direito assegurado pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)”, pontua Sia. 

TÍTULOS

Ao longo de sua jornada,  Lucas Brito colecionou títulos que o coloca entre os maiores atletas de Artur Nogueira. Em seu currículo acumula: tri-campeão da Copa São Paulo, campeão paulista, campeão brasileiro estudantil, campeão da Taça Brasil, campeão brasileiro, campeão panamericano, vice-campeão sulamericano, 3º colocado no Circuito Europeu na Alemanha, entre outros. 

O professor do projeto Judô Esporte Social, Rodolpho Lavoura, destaca o desempenho de Britto até alcançar a faixa preta. “Ser um faixa preta, na sua essência, dentro e fora dos tatames, não é pra qualquer um. Lucas Brito merece muito essa graduação. Além de um grande atleta, é uma pessoa maravilhosa. Cativa a todos com sua humildade e simplicidade. Quem o conhece sabe das dificuldades que enfrentou para chegar aonde chegou. Também é uma grande referência a muitas crianças e jovens que aprenderam com ele a sonhar, superar as dificuldades e buscar seus sonhos”, comenta.

OLÍMPIADAS

Esse ano os Jogos Olímpicos acontece em Tóquio, mas a próxima edição já está marcada e será sediada em Paris. Brito sonha em conquistar uma vaga até lá. “Participar dos Jogos Olímpicos seria a realização de minha vida. Conquistar uma medalha em Paris é hoje meu maior sonho. Hoje estou comemorando a nova faixa, mas amanhã cedinho estarei treinando com meus companheiros para buscar essa oportunidade e honrar meu país e orgulhar meus amigos e minha família”, completa Lucas.

Relacionadas