Faculdade vai doar bolsa de estudo de até 100% para nogueirenses

A prefeitura de Artur Nogueira renova convênio com a Faculdade de Jaguariúna. O projeto Prefeito Educador irá proporcionar mais oportunidades a alunos e docentes

A cidade de Artur Nogueira participou do lançamento do “Prêmio Prefeito Educador” promovido pelo Centro Universitário de Jaguariúna – FAJ, nesta quinta-feira (18). Acordos de cooperação foram firmados com municípios da região e do Sul de Minas. Artur Nogueira já havia firmado acordo com a FAJ no início deste ano, desse modo sai na frente de outras cidades. O objetivo é promover a formação continuada de docentes através de bolsas de estudo de ensino superior oferecidas pela Instituição. A cerimônia aconteceu no Anfiteatro Karam Mansur, no Campus II da FAJ, localizado à Rodovia Doutor Adhemar Pereira de Barros – SP-340, km 127 – no bairro Tanquinho Velho, em Jaguariúna.

“Estamos propondo uma parceria no sentido de contribuir ainda mais com o trabalho que as prefeituras têm realizado arduamente em prol da educação nos municípios, mediante a oferta de formação continuada aos docentes através do Programa FOCO da IES e Pós-Graduação com a oferta de bolsas de estudo também aos docentes dos municípios para o Curso de Especialização em Docência e em Metodologias Ativas”, declara o reitor do Centro Universitário de Jaguariúna, professor Ricardo Tannus.

O Prefeito Ivan Vicensotti vê a iniciativa como forma de continuar com o desenvolvimento em Artur Nogueira. “A educação é peça-chave para fazer a nossa sociedade evoluir, quando conseguimos proporcionar oportunidade de crescimento aos nogueirenses por meio de parcerias, como essa com a FAJ, temos que aproveitar e agarrar a oportunidade”, declara o Prefeito. A secretária de Educação, Elaine Vicensotti Boer, acredita que “A parceria irá somar ainda mais para educação do nosso município, pois a capacitação dos docentes irá resultar na qualidade do ensino nas salas de aula. O PROE ENEM, que é o curso preparatório oferecido pela faculdade, irá facilitar ainda mais o ingresso dos nossos alunos do ensino médio no ensino superior”.

 

Relacionadas