Artur Nogueira recebe 1ª remessa de vacinas contra Covid-19

Foram enviadas 480 doses ao município nogueirense, que serão aplicadas nos profissionais da saúde que atuam na linha de frente 

Artur Nogueira recebeu, na manhã desta quinta-feira (21), a primeira remessa de vacinas contra a Covid-19 Coronavac, vinda do Instituto Butantan, em São Paulo. Foram enviadas 480 doses ao município nogueirense, que dará início a imunização da rede municipal de saúde.

De acordo com o cronograma da Administração Municipal, cerca de 480 profissionais da saúde, que estão na linha de frente do combate à doença, serão vacinados até o final da próxima semana.

Na última terça-feira (19), a cidade recebeu mais de 1 mil carteirinhas de vacinação. Com as doses, carteirinhas e insumos em estoque, a Secretaria de Saúde iniciará a imunização ainda hoje às 14h no Pronto-socorro central e posteriormente em cada USF. “Nossa equipe irá até esses profissionais nos postos e realizará a aplicação da vacina in loco”, informou a secretária da pasta, Vilma Sia.

Por questão de segurança, o local onde as doses ficarão armazenadas será mantido em sigilo. A expectativa é que uma nova remessa seja enviada ao município na semana que vem e, posteriormente, os imunizantes serão estendidos aos demais profissionais da saúde, população idosa, acamados e indígenas. 

“Nós vamos vacinar no momento só os funcionários que estão na linha de frente da Covid, no Hospital Bom Samaritano, no Pronto Socorro, USF’s que tratam Covid, e a tenda Covid. Os outros profissionais da Saúde vão aguardar a segunda chegada”, explicou a secretária.

Além de comemorar o envio vacina, o prefeito Lucas Sia (PSD) lembrou, durante a cerimônia de recepção dos imunizantes, que os protocolos de segurança devem continuar sendo seguidos até que toda a população nogueirense esteja vacinada. “Vamos nos proteger, falta pouco. Logo mais estaremos todos vacinados e fora de risco. Parabéns aos profissionais de saúde que até esse momento lutaram tanto contra essa pandemia, e que agora serão os primeiros a serem protegidos”, ressaltou Sia.

Relacionadas