Aniversário de Artur Nogueira terá inauguração do “Memorial Covid” e revitalização do “Projeto Casulo”

Cerimônia será realizada no sábado (10), e será aberta apenas às autoridades locais

Devido ao cenário pandêmico que o município enfrenta, a celebração dos 72 anos de Artur Nogueira será restrita, e contará com a participação apenas das autoridades locais, como vereadores, prefeito e vice-prefeito. O objetivo é não provocar aglomerações. A cerimônia será realizada no sábado (10), dia do aniversário da cidade, na Praça do Coreto.

Seguindo todos os protocolos sanitários de combate ao coronavírus, a programação incluirá o tradicional hasteamento da bandeira, discursos do prefeito e demais autoridades, e disparo de 21 tiros – gesto das forças armadas em homenagem ao aniversário da cidade. 

Além disso, a cerimônia dará espaço para a entrega da restauração e revitalização do “Projeto Casulo” e da inauguração do “Memorial Covid”. O prefeito Lucas Sia (PSD) parabeniza o município nogueirense.

“Apesar da pandemia, não podemos deixar passar o aniversário da nossa querida Artur Nogueira sem uma comemoração, mesmo que de maneira simbólica. Espero contribuir para o avanço e desenvolvimento do município, e que as celebrações e conquistas sejam constantes”, destacou Sia. 

MEMORIAL COVID

A prefeitura de Artur Nogueira irá inaugurar o memorial em homenagem às vítimas da Covid-19. O local escolhido foi destinado a receber mudas de árvores que representarão cada vida perdida no município durante a pandemia. 

O objetivo da iniciativa além de homenagear, é agradecer aos profissionais de Saúde que estão à frente do combate ao coronavírus e, ao mesmo tempo, recuperar as praças, incentivando a preservação do Meio Ambiente. 

PROJETO CASULO

O Projeto Casulo é uma cápsula do tempo com cerca de 130 horas de filmagens sobre o cotidiano de Artur Nogueira, incluindo entrevistas, fotos, revistas, jornais, entre outros materiais. O projeto foi idealizado pelo historiador Luiz Carlos Fromberg Ferreira (Mano).

A cápsula foi enterrada em 2001, em uma profundidade de 4 metros. Na construção foram utilizados uma caixa de vidro, uma chapa de metal, além de uma caixa de concreto para resistir as ações do tempo.

Amparado pela lei municipal de nº 2.579, a cápsula só será aberta no dia 10 de abril de 2100.

Relacionadas