Agricultores de Artur Nogueira destinam 2 mil embalagens de defensivos agrícolas para reciclagem

Ação foi promovida pela Secretaria de Agricultura

A Prefeitura de Artur Nogueira, em parceria com a Secretaria de Agricultura, realizou nesta quarta-feira (18) mais uma ação do projeto Embalagem Legal. A iniciativa estreitou laços com os produtores rurais que se uniram e destinaram aproximadamente 2 mil embalagens vazias de defensivos agrícolas para a reciclagem. Realizada na Casa da Agricultura, a coleta aconteceu em parceria com a Coplacana e Afocapi.

A diretora de Agricultura, Taciana Guimaro, explica que o Dia da Embalagem Legal visa não só dar uma destinação às embalagens usadas, mas também conscientizar os agricultores sobre a importância da ação. “É de responsabilidade de todos nós manter o meio ambiente e o ecossistema livre de poluentes, que se tornam um risco para as fontes hídricas e o sustento da vida animal e vegetal da área”, frisa a engenheira agrônoma.

Baseada na Lei Federal Nº 9.974/2000, o dia teve por objetivo conscientizar os agricultores a descartar embalagens de forma regular em postos de recolhimento devidamente regulamentados. Assim, os milhares de recipientes foram recolhidos e encaminhados para o posto de destinação e descarte. Posteriormente, os mesmos passarão por uma reciclagem, se tornando reutilizáveis.

Odair Boer, secretário de Agricultura do município, comemorou a ação educativa e sustentável. “Parabéns a todos os agricultores que estiveram conosco nesse projeto. Tivemos um contato estreito com cada um e, sem dúvidas, contribuímos para evitar que os resíduos dos defensivos agrícolas cheguem até os lençóis freáticos”, pontuou.

Tríplice Lavagem
Informar os agricultores sobre a importância da Tríplice Lavagem também fez parte do projeto desenvolvido pela Prefeitura. Tal lavagem minimiza os restos de resíduos nas embalagens, possibilitando a sua reciclagem e uso na fabricação de novas embalagens.

Esses cuidados de higienização e devolução das embalagens, quando feitos de forma regular, preservam a água do município. Isso porque, uma vez que os resíduos contaminam os lençóis freáticos, a água que é usada para beber ou para irrigar as plantações poderão chegar ao solo já contaminadas. 

Coplacana
A Cooperativa dos Plantadores de Cana do Estado de São Paulo – COPLACANA foi a primeira cooperativa de plantadores de cana a ser fundada no Estado em 1948, com o objetivo de oferecer insumos e assistência ao produtor rural. 

Afocapi
Associação dos Fornecedores de Cana de Piracicaba – AFOCAPI é uma entidade que atua em defesa de questões que envolvem os fornecedores de cana-de-açúcar. Possui uma forte representação em assuntos políticos, sociais, econômicos e tecnológicos.

Relacionadas